sexta-feira, 23 de julho de 2010

Tem sentido?


Ontem andei pensando muito sobre tudo que já me aconteceu, em geral mesmo, é engraçado como as coisas percorrem e o caminho que elas tomam, o jeito nosso que não é mais daquele jeito.
O se importar já não é mais o mesmo, as superfícies são outras, digamos que mais casca dura e fúteis, a "carreira" é denominada como mais importante, mas eu digo que ela é somente uma parte de tudo mais, eu luto pelo reconhecimento, pelo pódio, pelo sucesso e por mim? Quem vai lutar? Quem vai me admirar? Não pelo que eu sei fazer, mas pelo que eu sou, me diga quem?
Pensei que se não existissem os sonhos não valeria a pena viver, eu sou metade deles, nem todos consigo realizar. Sou do tipo que precisa estar com o coração cheio, mas o tempo de hoje só nos leva a crer que sozinhos devemos ficar.
São duvidas que ainda tenho, e parei pra pensar, e naquele momento que parei pra pensar poderia fazer outra coisa que mudaria minha vida para sempre, mas por outro lado se ficarmos achando que poderíamos fazer algo no lugar de outro, viveríamos trocando momentos e situações.
A verdade é que andei meio em cima do muro, com medo de cair, mas com vontade de chegar no outro lado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário